terça-feira, 29 de junho de 2010

CANÇÃO DO EXÍLIO

Gonçalves Dias.


















Antônio Gonçalves Dias nasceu no dia 10 de agosto de 1823, nos arredores de Caxias, no Maranhão. Filho natural de português e mestiça, com a morte do pai, que entretanto se casara regularmente, é enviado pela madrasta a estudar Direito em Coimbra (1838).
Em 1843, inspirado na saudade da pátria, escreveu "Canção do Exílio".

Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em cismar, sozinho, à noite,
Mais prazer eu encontro lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Minha terra tem primores,
Que tais não encontro eu cá;
Em cismar –sozinho, à noite–
Mais prazer eu encontro lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que disfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu'inda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá.


Um comentário:

Gata Bacana Feltros disse...

Olá passei por aqui para avisar que esta rolando um sorteio no meu blog http://www.gatabacanafeltro.blogspot.com/ será sorteado um kit contendo:

Bloquinho de notas patchwork
Caneta Tulipa
Porta treco decorado
Porta Tesoura e alfineteiro coração
Alfineteiro Cupcake
Chaveiro flor e rosas
Chaveiro de fitas Menina
Brinco de Feltro
Porta fitas com fitas nas cores, azul, bege e lilás
Adesivos 3D para cartão
Cartões com envelopes (para você criar seus cartões)
Corações de Resina
Flor de Resina
Florzinhas de Chatoon
Florzinhas de lantejoula
Botões de Bichinhos, flores, corações etc...
Botões para costumização

Participe você também, aguardo sua visitinha.

Bjokas Dan